Como produzir conteúdos relevantes sendo advogado?

Uma das transformações fundamentais no cenário do marketing nos últimos anos diz respeito à importância do conteúdo relevante. 

Isso porque, profissionais de marketing ao redor do mundo têm percebido uma mudança no comportamento dos usuários, que agora buscam maior profundidade nos conteúdos encontrados nas redes sociais. 

Esse fenômeno impacta diretamente a forma como as empresas produzem conteúdo, e esse ajuste também se estende à área jurídica. 

Pensando nisso, preparamos este artigo para explorarmos a dinâmica para produzir conteúdos relevantes sendo advogado. 

Além disso, vamos apresentar algumas estratégias para criar conteúdo significativo nesse nicho específico.

Continue lendo para saber mais!

Entenda o conceito de um conteúdo relevante

Antes de explorarmos tipos de conteúdo e oferecer dicas sobre postagens, é essencial compreender o que caracteriza um conteúdo relevante.

Embora possa parecer evidente, a noção de relevância vai além da criação de blogs posts ou publicações em redes sociais. Quando nos referimos a conteúdo relevante, estamos falando sobre estabelecer uma conexão significativa com seu público, fornecendo informações substanciais. 

Além disso, de acordo com a RD Station, o conteúdo autêntico está cada vez mais sendo valorizado pelo público. Em 2023, a palavra mais buscada, conforme o dicionário Merriam-Webster, foi “autêntico”.

Assim, a primeira orientação para produzir conteúdo relevante é compreender as necessidades do seu público. 

Por exemplo, não é necessário responder diretamente a uma pergunta sobre um caso específico. No entanto, você pode criar conteúdo explicativo sobre possíveis desdobramentos em situações hipotéticas.

Vamos ilustrar com um exemplo. Suponha que você seja um advogado trabalhista. Pode criar um conteúdo que explique as regras para férias coletivas no final do ano. 

Este conteúdo pode assumir diversas formas, como um blog post, um carrossel no Instagram, um Reels no Instagram, um vídeo para o TikTok ou até mesmo um conteúdo para o YouTube. 

Dessa forma, você não está oferecendo consultoria gratuita, respeitando não apenas o valor do seu trabalho, mas também a ética profissional. No entanto, está disponibilizando informações valiosas que podem atrair audiência para suas redes sociais e, consequentemente, potenciais clientes.

Marketing de conteúdo na advocacia, imagem ilustrativo

Perceba que criei uma situação hipotética para ajudar na geração de conteúdo para suas redes. Você pode aplicar o mesmo princípio ao seu nicho específico. A essência é compreender onde criar o conteúdo, para quem direcioná-lo, entre outros aspectos.

>> Confira o nosso artigo sobre comunicação interna na advocacia e potencialize a performance da sua equipe. 

Como produzir conteúdos relevantes sendo advogado? Confira o passo a passo

Antes de determinar o conteúdo a ser compartilhado, é fundamental ter uma estratégia clara. Isso envolve conhecer o público-alvo, estabelecer objetivos claros, definir temas, frequência e outros aspectos cruciais.

Aqui, apresentamos um passo a passo para a construção de uma estratégia de posts de advogados nas redes sociais. Acompanhe!

1 – Tenha Objetivos

O ponto de partida para uma estratégia eficaz de posts de advogados é ter um objetivo claro. Defina claramente o que você espera alcançar com esse esforço, levando em consideração as metas específicas do seu escritório.

Seja para consolidar a presença digital ou reforçar a autoridade digital da marca, a definição do objetivo molda toda a estratégia de conteúdo.

2 – Entenda o seu público

Compreender quem são seus clientes é essencial para moldar a estratégia de conteúdo nas redes sociais. Isso influencia a escolha do canal, o tipo de conteúdo a ser postado e a linguagem a ser utilizada.

Certifique-se de alinhar o tema ao interesse do seu público. Por exemplo, se você é um advogado previdenciário, faz sentido abordar questões relacionadas à inteligência artificial no Direito? 

Entenda onde seu público está e direcione seu conteúdo adequadamente.

>> Saiba como utilizar arquétipos no seu marketing jurídico

3 – Saiba quais redes sociais performam melhor

Compreender o comportamento do seu público permite escolher os canais de comunicação adequados. 

redes sociais
Redes Sociais Horizontais e Redes Sociais Verticais

Assim como o Duolingo encontrou sucesso no TikTok, alinhando seu conteúdo com a audiência da plataforma, a escolha dos canais para posts de advogados deve refletir o comportamento e preferências do seu público.

Seja estratégico na escolha dos canais para maximizar o alcance e engajamento!

4 – Defina os tipos e frequência de postagens

A frequência das postagens depende do objetivo estabelecido. Se a meta é marcar presença digital, postagens menos frequentes podem ser suficientes. 

Para criar um relacionamento sólido, a consistência nas postagens é fundamental!

5 – Defina o conteúdo que será veiculado

A qualidade do conteúdo é crucial. Realize pesquisas para identificar os temas mais relevantes para sua audiência. Ferramentas como Google Trends, TikTok e ChatGPT podem ser utilizadas para descobrir as principais dúvidas e interesses do seu público.

6 – Preze por uma linguagem acessível

Evite o uso excessivo de linguagem jurídica formal. A clareza e a acessibilidade são essenciais para se comunicar efetivamente com o público. 

A menos que seu público seja composto principalmente por outros escritórios de advocacia, opte por uma linguagem mais compreensível.

7 – Faça análises de resultados e replanejamento constante

Acompanhar os resultados é essencial. Avalie o desempenho das postagens, identifique o que funciona e ajuste sua estratégia conforme necessário. 

Renove constantemente a abordagem para garantir relevância e eficácia.

8 – Siga as normas da OAB

Respeite as normas éticas da Ordem dos Advogados do Brasil. Evite promoções, sorteios de serviços, pacotes de honorários, consultas não pagas e fotos inadequadas de ambientes jurídicos.

Seguindo esses passos, os advogados podem desenvolver estratégias de posts nas redes sociais que não apenas atendem às necessidades do público, mas também respeitam as diretrizes éticas da profissão.

>> Confira o Provimento da AOB 205-2021.

Contrate uma agência especializada em marketing jurídico

Contratar uma agência de marketing especializada, como a JuriDigital, para produzir conteúdo relevante para o seu escritório de advocacia é uma escolha estratégica e que pode transformar a presença online do seu escritório.

Em um cenário digital cada vez mais competitivo, a criação de conteúdo jurídico diferenciado é essencial para destacar-se e estabelecer autoridade no setor!

Entenda que agências especializadas compreendem as nuances do universo jurídico, combinando conhecimento técnico com expertise em marketing, proporcionando uma abordagem única para atender às necessidades específicas dos profissionais do direito.

A JuriDigital, nesse contexto, sobressai como uma agência de marketing jurídico comprometida em oferecer soluções personalizadas. Ao compreender os objetivos e valores de um escritório de advocacia, a JuriDigital cria estratégias de conteúdo que não apenas informam, mas também envolvem e constroem relacionamentos com a audiência. 

Print do site da JuriDigital

Essa parceria não só alinha o conteúdo às metas do escritório, mas também garante conformidade com as normas éticas da advocacia, uma consideração crítica na produção de materiais para esse setor altamente regulamentado.

Ao optar por uma agência especializada como a JuriDigital, os advogados podem concentrar-se em sua prática legal, enquanto profissionais de marketing dedicados cuidam da construção e gestão de uma presença online impactante. 

A colaboração com uma agência de marketing jurídico não apenas simplifica o processo, mas também proporciona uma vantagem estratégica, garantindo que o conteúdo produzido seja não apenas relevante, mas também eficaz na construção de uma reputação digital sólida no universo jurídico.
Entre em contato com a nossa equipe do comercial.